sábado, 9 de agosto de 2008

Flores

Deixei flores na porta de sua casa, as mais lindas que achei. Tem um grande campo que andara visitando sempre, nele há cartazes “não apanhe flores”, mas olho para elas e não resisto, acabo colhendo-as. Nelas vejo o seu sorriso, o seu perfume. Resistível não levar.
Ultimamente você não tem as pego em sua porta, me pergunto o porquê. Mesmo assim continuo deixando, já é um ritual para mim.
Gozado que continuo fazendo as mesmas coisas que fazíamos quando estávamos juntos, vou ao nosso restaurante preferido, ando pela rua, olho na casa de doces, como você fazia, lembro de sua voz dizendo “quero pirulitos caramelos e chocolate amargo”.
Fui a nossa praça. À noite sonhei que realizava o seu desejo em por nela o nome de nossa música preferida, penso em fazer isso.
Andei pelo vasto jardim, sentei em nosso banco, risquei o teu nome nele, desenhei você e eu de mãos dadas, um desenho um tanto feio você ia rir. Logo tive que sair correndo, do nada caiu uma chuva, igual do natal passado, lembra? Você me puxando pela mão e falando que não podíamos nos molhar, pois era natal e eu dizendo que você era boba.
Peguei aquele filme que você odiou, só porque o casal não fica no final.
Não tem sentido, olho em frente e não vejo nada. Ouço nossas músicas todo o dia, leio o mesmo trecho do livro que líamos antes de dormir. Vou até a janela, olho lá em baixo para ver se você vem voltando com o pão quente. Continuo tomando banho de porta aberta esperando por você.
Esses dias eu entrei em sua casa, peço desculpas, estava tudo tão sujo e desarrumado que acabei limpando, achei estranho, você que sempre é cuidadosa com a casa.
As flores continuam na porta, murchando uma a uma, a carta também, peguei e a levei comigo, fui até o grande campo, sentei numa pedra e li em voz alta. Doe o fato de você não estar mais comigo, penso em tudo o que podíamos ainda viver. Achei um refugio, agora irei só observar de longe as flores, não mais apanharei.

2 comentários:

Gabriel disse...

lembro de sua voz dizendo “quero pirulitos caramelos e chocolate amargo”.



não foi nada bom ler isso no estado em que estou =/

Maa'H disse...

ain q tristeee..

mais lindo seu texto

Beijo