segunda-feira, 8 de setembro de 2008

"Cegueiras"

Acabei de assistir ao programa da Cultura Roda Viva, e hoje o entrevistado foi o cineasta brasileiro Fernando Meirelles.
Um dos melhores momentos da entrevista, foi o Fernando dizendo não se deslumbrar com os ícones e astros de Hollywood. Disse também não gostar de rever seus filmes, pois encontra neles tantos defeitos que a vontade e refazê-los, falou dos seus cineastas preferidos que são eles: Paul Thomas Anderson, os irmãos Coen, Almodóvar, Altman (esse já falecido), Walter Salles e entre outros.
Eu gostei da entrevista, foi ela leve e melhor, não entrou em temas tão discutido em entrevistas com cineastas como: pirataria e o pouco incentivo do governo ao cinema, essas chatices que só nos fazem desistir de ver a entrevista. Não que isso não seja importante, é, mas tem que ter um programa específico para o tema. Já o que mais se falou, e agradecemos, foi do seu novo filme, “Cegueiras” do já aclamado “Cidade de Deus” e o belíssimo “O jardineiro Fiel”.
Fernando faz um cinema inovador, vibrante e independente, se há alguma dependência em seus filmes são invisíveis aos olhos, esses transbordam o “estilo Meirelles de filmar”, ali deparamos com novidades pouco usado pelos grandes diretores.
Tenho como um dos meus reis, José Saramago, então quando soube que “Cegueiras” viraria filme torci o nariz, já sabemos que poucos são os filmes que trazem a grandeza de uma obra literária. Vi alguns pedaços que somados já dão o filme todo e estou surpreso, este muda de ambiente tão rápido que fiquei sem ar. Mas falarei pouco sobre o filme, postarei em breve aqui.
Já o livro Ensaio Sobre a Cegueira tem um peculiar que venho observando há um tempo já, ou gostam da história ou não, estou naqueles que gostam e já releu muitas vezes, Saramago é único em sua escrita.
O livro é surpreendente, assustador, oscila o seu humor, o traz a uma realidade nua e sem pudor, Saramago não tem medo de quem o lê, simplesmente escreve o que vem de dentro. Quem não se aventurou em sua obra, fica a minha recomendação.

Li e recomendo: A maior Flor do Mundo, Ensaio sobre a Cegueira, As Intermitências da Morte, O evangelho segundo Jesus Cristo, A caverna, Ensaio sobre a Lucidez e O homem Duplicado.

5 comentários:

Violator disse...

Amei!!!
Pena eu ter perdido =\

demm charbak disse...

está ficando repetitivo elogiar a obra de saramago, nem tem graça mais.

e olha, atualizei guri. abraço!

Athos disse...

de..to sem inspiraçao hj....
fome e sono!!!!
li o texto..legal..mais nao com muita atençao!!!nao consigo ter atençao no estado que estou!!
rs
só vi cidade de Deus!!!
=p
pega a galinha pega a galinha!!!!
kspoaksopka
abraçao!!

Gabi disse...

estou curiosa pra ver julianne fá. beijos.
o seu blog é preciso.

dré.vechi disse...

sou louco pra ler saramago e vivo agora um grande dilema, leio correndo pra ver o filme no cinema ou vejo o filme depois leio, sendo que quase sempre ler depois perde a graça :~~
o que fazer?


voto em um programa estrelado pelo snehor para falar de cultura e amenidades :*