sábado, 24 de janeiro de 2009

A lei do ioiô.

Repetir o amor já satisfaz!

Estamos cansados de repetições, de coisas que vão e volta? Pois não deveríamos, porque será assim para sempre.
Vemos o efeito ioiô em quase tudo que nos rodeia e que fazem parte de nossas vidas, será que o mundo se cansa de novidades e se vê no dever de voltar no antes? A moda é uma das que mais está voltando em períodos de ouro de outrora. É lindo assistir o festival de retrô nas roupas, acessórios e calçados. E é claro que o que vestimos influencia todo o nosso cotidiano que trazemos a moda retrô para dentro de nossas casas, com eletrodomésticos dos anos 70 e com as cores fortes dos anos 80.
Em se falando em música, parece que sempre tem alguém querendo trazer para essa época o glamour do início do jazz [leia-se jazz, okay?!], a grandiosidade de criatividade da época da ditadura para a mpb de agora e a inventividade da bossa nova, que sinto muito pra quem tenta, não vai conseguir.
É lógico que como tudo, umas coisas dão certo outras, não. Sentimos feridos quando alguém erra em trazer uma época de volta. Mas no geral, está tudo indo bem! Será?

Um comentário:

ele disse...

até quando repetir-se faz bem?penso que a criatividade é apenas apresentar de outra maneira o que nos já é ordinário. as coisas podem até voltar meu querido, podem voltar as cores vibrantes, pode voltar a silhueta seca, pode voltar um namorado, pode voltar uma música ou um filme, tudo isso pode voltar e sempre volta, mas o que importa é você não voltar. isso me satisfaz.
agora vou dormir porque penso que é o deve ser feito a noite :*